(037) Sentindo o projetar transcendente, de um “viver interior”.

No início da “Edição Comemorativa 10 Anos” do seu livro “Perdas & Ganhos”, lançada pela Editora Record, a consagrada escritora Lya Luft cita estas palavras do pintor japonês Katsuhika Hokusai:

– “Desde os 6 anos eu tinha mania de desenhar a forma dos objetos. Por volta dos 50 havia publicado uma infinidade de desenhos, mas tudo o que produzi antes dos 60 não deve ser levado em conta. Aos 73 compreendi mais ou menos a estrutura da verdadeira natureza, as plantas, as árvores, os pássaros, os peixes e os insetos. Em consequência, aos 80 terei feito ainda mais progresso. Aos 90 penetrarei no mistério das coisas; aos 100, terei decididamente chegado a um grau de maravilhamento – e quando eu tiver 110 anos, para mim, seja um ponto ou uma linha, tudo será vivo.”

Já li e reli muitas vezes essa revelação de Katsuhika Hokusai. Nela, sempre encontro a fantástica subjetividade de um fluir existencial de “vida”, impulsionado por um ideal interior de aprimoramento de “buscas” na “sensibilidade da alma” desse pintor japonês. Foram “buscas” incansáveis que, para todos nós, provam a necessidade de um “propósito” para o nosso “viver”, que precisa ser “descoberto” e “conhecido”.

Katsuhika Hokusai, com a projeção da sua “sensibilidade da alma” consegue idealizar para os seus 90 anos, a possibilidade de penetrar no “mistério das coisas”. Para os seus 100 anos, o alcance de um “grau de maravilhamento”. Para os seus 110 anos, o convencimmento de que em tudo (até mesmo em um ponto ou em uma linha) existirá “vida”.

De todas as suas “projeções”, a que mais me tocou pela abrangência interior de “significado existencial”, foi a esperada para os 100 anos de idade, por ele sentida como sendo um “grau de maravilhamento”.

Nós sabemos que existem vários questionamentos filosóficos e religiosos sobre o “sentido da vida”. Um “sentido” que será o identificador do nosso “propósito de vida”.

Sob a perspectiva de abordagem deste espaço virtual, afirmei na mensagem postada com o título – “Sentindo, como entender o “sentido da vida”:

– Nem sempre podemos alcançar o “sentido da vida” que desejamos, porque a nossa “existência” é um contínuo “processo de transformação”, sujeito às surpresas da imprevisibilidade.
Além das oportunidades de “escolhas”, temos uma “finalidade existencial”. Estamos aqui, de passagem, para ser feliz, para crescer em todos os sentidos. Portanto, “viver” e “evoluir”, com “escolhas acertadas”, são condições necessárias para construir o “sentido da vida”.
O ser humano é “transcendente” em relação à sua “realidade existencial”. É a magia do “sentir” a sua interação física no “mundo real” e, ao mesmo tempo, “sentir” as “projeções sensórias” recebidas da sua “realidade interior”.

Katsuhika Hokusai, nascido em 1760, foi um exemplo de ser humano “transcendente”. A “transcendência interior” que, na época, o tornou mestre na arte da pintura pelo estilo ukiyo-e, ficando conhecido com a sua série de xilogravuras “Trinta e seis vistas do monte Fuji” e “A Grande Onda de Kanagawa”, criada em 1820.

Pergunto: Somos, ou não somos nós que definimos o “sentido” das nossas vidas?

No último capítulo de “Perdas & Ganhos”, ensina Lya Luft:

– O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.
Viver, como talvez morrer, é recriar-se a cada momento. (…) A vida não está aí apenas para ser suportada ou vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada.

Lendo e relendo o “sentir” de Katsuhika Hokusai sobre a trajetória do seu “fluir existencial”, para mim a melhor definição de “propósito de vida” é “CRIAR”.

Temos que “criar” condições que favoreçam o alcance de “Felicidade Interior”.

Precisamos “criar” “propósitos de vida” para nós mesmos e, também, para a preservação da “vida” do nosso planeta Terra.

A respeito, merece registro esta advertência de Vaclav Havel, ex-presidente da República Checa (fonte: “Mudança na consciência humana”, de C.Jotin Khisty, professor do Instituto de Tecnologia de Illinois (EUA), publicado na Revista Sophia, ano 12, n. 52):

– (…) a única opção para nós é uma mudança na esfera do espírito, na esfera da consciência humana. Não basta inventar novas máquinas, novas regras e novas instituições. Devemos desenvolver uma nova compreensão do verdadeiro propósito de nossa existência na Terra. Somente ao efetuarmos essa mudança fundamental seremos capazes de criar novos modelos de comportamento e um novo conjunto de valores para o planeta.

Vamos “criar” o nosso “propósito de vida” e alcançar o precioso “grau de maravilhamento” desejado por Katsuhika Hokusai.

Notas:
1.A reprodução parcial ou total, através de qualquer forma, meio ou processo eletrônico, dependerá de prévia e expressa autorização do autor deste espaço virtual, com indicação dos créditos e link, para os efeitos da Lei 9610/98, que regulamenta os direitos de autor e conexos.
2.Havendo, neste espaço virtual, qualquer citação ou reprodução de vídeos que sejam contrários à vontade dos seus autores, serão imediatamente retiradas após o recebimento de solicitação feita em “comentários” no final de cada postagem, ou para edsonbsb@uol.com.br
3.Vídeo do youtube – Enio Morricone – Le vent, le cri.

Muita paz e harmonia espiritual para todos.

Sobre Edson Rocha Bomfim

Sou advogado, natural do Rio de Janeiro e moro em Brasília. Idade: Não conto os anos. Tenho vida. Gosto de Arte, Psicologia, Filosofia, Neurociência, Sociologia, Sincronicidade e Espiritualidade. Autores preferidos: Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Mark Nepo, Cora Coralina, Clarice Lispector, Lya Luft, Mia Couto, Mario Sergio Cortella e Mauro Maldonato. edsonbsb@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Busca Interior. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

37 respostas para (037) Sentindo o projetar transcendente, de um “viver interior”.

  1. judi bola disse:

    Wonderful post! We will be linking to this particularly great post on our site.

    Keep up the good writing.

  2. Hi there everyone, it’s my first pay a visit
    at this website, and post is really fruitful for me, keep up posting these types of posts. http://www.duosmith.com/comment/html/?85095.html

  3. Agradeço e fico contente por ter gostado. Edson (do Brasil).

  4. wordpress disse:

    What’s up to every body, it’s my first pay a visit of this web site; this blog includes remarkable and truly fine stuff for visitors.

  5. Thanks for finally talking about > (037) Sentindo o projetar transcendente, de um “viver interior”.

    | Sensibilidade da Alma < Liked it!

  6. Hello to every single one, it’s in fact a good for me
    to go to see this web page, it includes helpful Information.

    Feel free to visit my blog :: Gutter cleaning Sacramento

  7. Sabedoria! Agradeço seu comentário. Edson Bomfim (do Brasil).

  8. I think the admin of this website is genuinely working hard for his web
    site, for the reason that here every information is quality based
    material. http://Demos.gamer-templates.de/specialtemps/clansphere20114Sdemo01/index.php?mod=users&action=view&id=5987904

  9. I am not positive where you are getting your information,
    but great topic. I needs to spend some time learning much more or figuring out more.
    Thanks for fantastic info I used to be on the lookout for this info
    for my mission.

  10. Hello there! I simply would like to give you a huge thumbs up for your great information you’ve got right here on this post.
    I will be coming back to your web site for more soon.

  11. Pretty section of content. I just stumbled upon your site and
    in accession capital to assert that I acquire actually
    enjoyed account your blog posts. Anyway I’ll be subscribing to your
    augment and even I achievement you access consistently fast.

  12. Your website has definitely furnished me with just the facts that I just required.
    I actually have recently been doing research upon this matter for a little bit,
    and this seems to have taken a very long time
    to find a blog page that provides all the data that I want.
    I just look forward to examining more sites authored by you
    later on, and definitely will research right here initially the next time I just have got a
    investigative report.

  13. Thank you, I have recently been searching for info approximately this topic for
    a long time and yours is the greatest I have discovered till now.
    However, what about the conclusion? Are you certain in regards to the source?

  14. I feel that is one of the so much important info for me.

    And i am glad reading your article. However want to statement
    on some basic things, The website style is great, the articles is
    in reality nice : D. Excellent activity, cheers

  15. You have made some decent points there. I checked on the internet for additional information about the issue and found most individuals will go along with
    your views on this web site.

  16. My brother suggested I may like this web site.
    He was once totally right. This put up truly made my
    day. You can not consider simply how much time I had spent for this info!
    Thanks!

  17. Very good article! We will be linking to this great article on our site.
    Keep up the good writing.

  18. You actually make it seem so easy with your presentation but
    I find this matter to be actually something that I think I
    would never understand. It seems too complicated and very broad for me.

    I am looking forward for your next post, I will try to get the
    hang of it! https://sherpapedia.org/index.php?title=User:CeciliaHmelnitsk

  19. Hi there to every one, it’s actually a good for me to
    go to see this website, it consists of useful Information.

  20. Its not my first time to visit this website, i am visiting this site
    dailly and take nice data from here daily.

  21. This blog was… how do I say it? Relevant!! Finally I’ve found
    something that helped me. Thanks a lot!

  22. Thank you for the auspicious writeup. It in reality was a amusement
    account it. Glance complex to more delivered agreeable from you!
    By the way, how could we communicate?

  23. Appreciation to my father who informed me about this website, this website is genuinely remarkable.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *