(377) Sentindo o espelhar da nossa subjetividade.

“Quanto mais diferente de mim alguém é, mais real me parece, porque menos depende da minha subjetividade.”

São palavras de Fernando Pessoa (1888-1935), do heterônimo Bernardo Soares, no Livro Desassossego. Realmente todos nós somos seres únicos com a nossa individualidade bem definida, principalmente para nós mesmos. Mas devemos reconhecer que existem pessoas que se harmonizam com o nosso [para elas] “aparente” modo de ser. Outras, com o nosso subjetivo modo de vivenciar as nossas realidades de interações existenciais. Vejam que usei a palavra “aparente” para diferenciar do como somos para muitos e [repito] como sentimos ser para nós mesmos. São essas semelhanças que explicam as nossas vinculações de “afinidades”.

Para a psicologia e para a filosofia, a subjetividade humana se refere à essência interior de cada indivíduo, ao seu mundo interno que se manifesta para o outro pelos nosso sentimentos, desejos, modo de agir, de pensar…

Termino este nosso encontro com este “sentir” de Federico Fellini (1920-1993), diretor e roteirista do cinema italiano:

– “A ÚNICA OBJETIVIDADE QUE EU CONHEÇO É A SUBJETIVIDADE

Foi esse “sentir” de “Fellini que me convenceu ser a percepção interior da nossa “subjetividade”, a maior de todas as conhecidas fontes de buscas de “autoconhecimento”.

Pensem nisso.

Notas:
1. A reprodução parcial ou total, através de qualquer forma, meio ou processo eletrônico, dependerá de prévia e expressa autorização do autor deste espaço virtual, com indicação dos créditos e link para os efeitos da Lei n. 9610/68, que regulamenta os direitos de autor e conexos.
2. Havendo neste espaço virtual qualquer citação que seja contrária à vontade dos seus autores, será imediatamente retirada após o recebimento de solicitação em “comentários”, no final desta mensagem ou para edsonbsb@uol.com.br .

Muita paz e harmonia espiritual para todos.

Sobre Edson Rocha Bomfim

Sou advogado, natural do Rio de Janeiro e moro em Brasília. Idade: Não conto os anos. Tenho vida. Gosto de Arte, Psicologia, Filosofia, Neurociência, Sociologia, Sincronicidade e Espiritualidade. Autores preferidos: Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Mark Nepo, Cora Coralina, Clarice Lispector, Lya Luft, Mia Couto, Mario Sergio Cortella e Mauro Maldonato. edsonbsb@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Busca Interior. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *