(366) Sentindo o poder e os benefícios de mudarmos.

A paz, quietude, conforto e sossego que sua alma busca, essas condições dependem menos das circunstâncias externas, que podem eventualmente ajudar ou atrapalhar, e mais da disposição interior, que você controla“.

São palavras do astrólogo Oscar Quiroga, no seu horóscopo divulgado no dia seis deste mês. Foram escolhidas para iniciar este nosso encontro, porque mostram para todos nós os benefícios que podemos alcançar com as nossas buscas de interiorização, abstraindo-nos, por vezes, das nossas realidades exteriores. Vejam que Quiroga se refere às necessidades” da nossa “ALMA”. Como acredito nós podemos avaliar quase tudo que acontece em nossas vidas, mas nem sempre temos o poder de controlar e conhecer suas causas. Sempre que possível, devemos “significar“, para nós mesmos, todas as “causas” das nossas experiências e aprendizados de “vida”. Gosto de contar este exemplo de “causalidade”:

– Um jovem e um idoso que conversavam às margens de um rio, foram surpreendidos com uma criança sendo arrastada pela correnteza da água. Pegaram a criança, fizeram massagem respiratória, e salvaram. Pouco depois, outra criança sendo levada nas mesmas condições. Também conseguiram salvar. Quando olharam para trás, viram mais crianças, desesperadas, pedindo socorro. O jovem falou para o idoso: Vamos correndo salvá-las. Respondeu o idoso: Vai você. Eu vou subir até a nascente deste rio, para saber o que está causando tudo isso.

Sobre a sabedoria de, para nós, de “significar” como somos:

Perguntaram a um monge Zen: “O que você costumava fazer antes de se tornar iluminado?”
Ele respondeu: “Eu costumava cortar madeira e carregar água do poço.
E então lhe perguntaram: “O que você faz agora que se tornou iluminado?”
Ele respondeu: “Eu corto madeira e carrego água do poço.
Quem fazia as perguntas, ficou confuso e disse: “Então, parece não haver diferença.”
O mestre Zen disse: “A diferença está em mim. A diferença não está em meus atos, a diferença está em mim – mas porque eu mudei, todos os meus atos mudaram. Sua importância mudou. Agora há apenas Deus e nada mais. Para mim, a vida agora é uma libertação, é o nirvana.

Nossa alma precisa de paz, quietude, conforto e sossego interior!

Pensem nisso.
Notas:
1. A reprodução parcial ou total, por qualquer forma, meio ou processo eletrônico dependerá de prévia e
expressa autorização, com indicação dos créditos e links, para os efeitos da Lei 9.610/98 que regulamenta os direitos de autor e conexos.
2. Havendo nesta mensagem qualquer alegação ou citação que mereça ser melhor avaliada ou que seja contrária aos interesses dos seus autores, mande a sua solicitação para edsonbsb@uol.com.br .

Muita paz e harmonia espiritual para todos.

Sobre Edson Rocha Bomfim

Sou advogado, natural do Rio de Janeiro e moro em Brasília. Idade: Não conto os anos. Tenho vida. Gosto de Arte, Psicologia, Filosofia, Neurociência, Sociologia, Sincronicidade e Espiritualidade. Autores preferidos: Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Mark Nepo, Cora Coralina, Clarice Lispector, Lya Luft, Mia Couto, Mario Sergio Cortella e Mauro Maldonato. edsonbsb@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Busca Interior. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *