(383) Sentindo o que podemos aprender com os “mistérios da vida”.

Uma vez que a alma percebe o que percebe não pode mais fingir que tudo continua igual que sempre. As percepções servem para você ter visões cada vez mais amplas e inclusivas da realidade, e se adaptar a essas.

Seria interessante para você se houvesse um pouco mais de confiança nos mistérios da vida, porque nem sempre há razões evidentes para tudo que acontece, mas, ao mesmo tempo, parece, sim, haver um plano em andamento.

Em sua quinquagésima quarta participação nesta caminhada para o “autoconhecimento”, são palavras do astrólogo Oscar Quiroga em duas previsões do seu horóscopo divulgado nesta data, que são merecedoras da nossa atenção e, preferencialmente, por meio de uma análise conjunta.

Vejam que na primeira, Quiroga se refere à percepção da nossa “alma”, diferenciando-a das nossas percepções “conscientes” e “inconscientes”. Certamente porque as imagens elaboradas pelas “percepções da alma” são, em suas essências, de naturezas transcendentes e espiritual. As de naturezas “conscientes” e “inconscientes”, mostram-nos para nós mesmos, imagens sensoriais das nossas vivências de realidades nesta dimensão de vida.

Na segunda previsão astrológica, Quiroga pede a nossa confiança para a subjetividade dos chamados “mistérios da vida” que não são por nós explicados mas, como entendo, podem nós oferecer não “percepções sensoriais”, mas significados para a nossa aceitação da possibilidade da existência de um “plano em andamento” [complemento: porque todos nós somos seres de origens transcendentes como uma missão existencial nesta dimensão de vida, de “aprendizados”, de “melhorias”, de “evolução em todos os sentidos”…]. Todas as nossas experiências, sejam de que natureza forem, são necessárias para o nosso crescimento, inclusive as indesejadas por nós porque nos mostram significados de estados subjetivos de diversidades que precisamos conhecer para não serem repetidas.

Espero você no nosso próximo encontro.

Notas:
1. A reprodução parcial ou total, por qualquer forma, meio ou processo eletrônico dependerá de prévia e expressa autorização, com indicação dos créditos e links, para os efeitos da Lei 9.610/98 que regulamenta os direitos de autor e conexos.
2. Havendo nesta mensagem qualquer alegação ou citação que mereça ser melhor avaliada ou que seja contrária aos interesses dos seus autores, mande a sua solicitação para edsonbsb@uol.com.br .

Muita paz e harmonia espiritual para todos.

Sobre Edson Rocha Bomfim

Sou advogado, natural do Rio de Janeiro e moro em Brasília. Idade: Não conto os anos. Tenho vida. Gosto de Arte, Psicologia, Filosofia, Neurociência, Sociologia, Sincronicidade e Espiritualidade. Autores preferidos: Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Mark Nepo, Cora Coralina, Clarice Lispector, Lya Luft, Mia Couto, Mario Sergio Cortella e Mauro Maldonato. edsonbsb@uol.com.br
Esta entrada foi publicada em Busca Interior. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *